Projeto de casa inteligente possui telhado verde

Poliureia – Treinamento prático e teórico
16 de julho de 2015
Apresentação de produtos
16 de julho de 2015

Projeto de casa inteligente possui telhado verde

As arquitetas Cristiane Sofia Kaiser e Gabriela Hilgert Pizzetti uniram suas ideias para projetar uma casa sustentável. O espaço compreende os conceitos de sustentabilidade ao ar livre, longe dos livros e das plantas arquitetônicas. Nela, as janelas foram pensadas considerando a luminosidade em cada estação do ano e o visual do entorno. A água tem seu ciclo estendido: uma cisterna armazena o que vem da chuva e usa para regar o jardim, enquanto uma pequena estação de tratamento permite dar vida aos resíduos da cozinha e do banheiro. A construção também conta com um telhado verde, aquecimento de água com placas de energia solar, horta incorporada ao paisagismo e a possibilidade de instalar um catavento de energia eólica no telhado. De acordo com as arquitetas, o valor estimado para o metro quadrado de área construída é de R$1,5 mil (sem os móveis usados na decoração) – entre 10% e 15% maior do que o de uma casa convencional. Para tratar a água, o investimento pode variar. O lago da biodiversidade custa entre R$ 200 e R$ 400 o metro quadrado, enquanto a cisterna com capacidade 2,3 mil litros, R$ 1,5 mil. Para uma casa com cinco moradores, uma fossa séptica pode ser adquirida por R$1,5 mil e um filtro anaeróbico por R$1,8 mil. Os tijolos verdes usados na obra têm o preço fixo em R$55 o metro quadrado e para ter um telhado verde é preciso desembolsar entre R$80 e R$120 por cada metro quadrado.